Terror Revolucionário - 2002

by Terror Revolucionário

/
  • Streaming + Download

     

1.
2.
00:29
3.
4.
00:32
5.
01:03
6.
7.
8.
9.
01:07
10.
11.
00:42
12.
00:36
13.
14.
15.
00:44
16.
17.
18.
19.
01:18
20.
00:57
21.
22.
01:54
23.
24.
25.

about

Debut Album!
Gravado no Órbis Estúdio (Taguatinga/DF) em Maio de 2002 (Faixas de 01 a 23)
Produzido por Gregório Salles (Deceivers)

Faixa 24 gravada no ME Estúdio (Taguatinga/DF) no ano 2000 para Tributo ao New York Against Belzebu.
Faixa 25 gravada no ME Estúdio (Taguatinga/DF) em dezembro de 1999.

credits

released October 1, 2002

Formação:
Fellipe CDC - vocal
Jeffer Hellmatismo - bateria
Marcelo Sick Boy - baixo
Barbosa Osvaldo - guitarra

tags

license

all rights reserved

about

Terror Revolucionário DF, Brazil

Formado em fevereiro de 1999, na cidade de Taguatinga, Distrito Federal, Brasil.

Formação:
Fellipe CDC - vocal
Adriana Drikaos - baixo
Jeffer Hellmatismo - bateria
Barbosa Osvaldo - guitarra
... more

contact / help

Contact Terror Revolucionário

Streaming and
Download help

Track Name: Neste Inferno
Aqui vivo, vivo e vou morrendo, passando pelas praças e por monumentos, caindo aos pedaços o concreto vai ao chão.
Cidadão atropelado e vendo ratos no porão.

Estupros, assaltos, barulhos que se passam, carros buzinando, vidraça em pedaços.

Não sei...como conseguir... Viver neste inferno.
Track Name: Sua Farda
Disse a verdade, fui discriminado
Mãos na parede, bacu por desacato
Sua farda, colete à prova de justiça!
Track Name: Doutores do Caos
Criam cientistas, criam doutores, para servirem interesses burgueses. Como fica a sociedade que investiu tanto a dispêndio nessa educação?
A educação deve servir à sociedade, não a interesses capitalistas.
Track Name: Cinema Real
Noites em claro, bolso vazio, prato raso, restos de comida... e os urubus sobrevoam minhas carcaça.
Olhos fundos, pele e osso, cinema real.
Olhos fundos, pele e osso, cinema real.
Exclusão e dor, realidade palpável, festa e orgia no congresso!
Track Name: Sexo, Drogas e Crianças
Crianças nas ruas, vendendo seus corpos, vida louca, vida ingrata.
Sexo, drogas, crianças.
Drogas para esquecer a dor, drogas para esquecer a noite anterior, sexo para comprar drogas, drogas para esquecer o desespero!
Track Name: Mudem o Sistema
Maldito sistema que nos obrigada a viver assim sempre oprimidos.
Mudem o sistema disfuncionais, comecem a pensar, mudem o sistema.
Mudem essa porra de sistema!
Track Name: Sangue Seco
O seu coração não bate, seus sentimentos não existem, o seu corpo não caminha, a sua alma não é pura!
Seus olhos não podem ver!
Enterrado esquecido, você não serve mais, o seu sangue já secou!
Seus olhos não podem ver, o seu sangue já secou!
Track Name: Olhos Perdidos
Olhos perdidos, esperança diluída
Pombos viram banquetes na Praça da Sé
para famílias manterem os corpos franzinos em pé!
Track Name: Fora F.M.I.
Estamos em crise, na corda bamba
Vai explodir, vai acabar
Aumento do dólar, submissão
Recessão, arrocho salarial.

Desemprego, sem dinheiro, assassinatos, mais suicídios.
Fora FMI!
Track Name: Mais Dias
Os dias passam, pessoas morrem, futuro macabro, noite cinza.
Bactérias no ar, pulmão vazio, coração cortado, asfalto matando...
Carros passando se foi!
Track Name: Cheiro da Morte
Ele não queria morrer, só cheirou pra esquecer, que o amanhã poderia ser pior, muito pior, muito pior...
Track Name: Cancer Social
Presos amontoados, em cubículos abafados, falta dignidade e respeito ao ser humano, como recuperar alguém em um sistema tão doente!

Câncer social!

Presídios em chamas, é o sinal, começou a rebelião, como esquecer a chacina de Carandiru...
Assassinatos à sangue frio!
Track Name: Tudo Mudou
Governo novo, tudo mudou, você que era nada, agora é ninguém.
Tudo mudou!
Track Name: Qual o Destino da Humanidade
Bombas, chacinas, ameaça nuclear
Qual o destino da humanidade?
Corrupção nas altas escalas do Poder
Qual o destino da humanidade?
Track Name: Matem os Teletubbies
Mais lixo cultural sobre as nossas crianças, o sistema já prepara o exército de alienados do futuro.
Matem os Teletubbies!
(repetir uma vez e depois fazer vodu com os bonecos dos Teletubbies)
Track Name: Pessoas Esquecidas
Vejo pessoas perdidas no tempo
Dentes caindo, pele amolecendo.
Pessoas esquecidas vivendo de recordações,
amarguras, tristezas, solidão... entre solitários.

São de carne e osso, merecem seu amor
Não as deixem perdidas nessa fábrica de loucos!

Merecem respeito, merecem seu amor.
Track Name: Babosa
Câncer, bronquite, enfisema pulmonar... seu cigarro vai te matar!
Laringite, faringite, derrame cerebral... seu cigarro vai te matar!
Apague seu cigarro, antes dele te apagar!
Track Name: Cidade
Ci-da-de!
Veja a cidade, gente, muita gente
Muitas estão nascendo, milhares estão morrendo

Ci-da-de!
Respire nosso ar, se conseguir,
beba nossa água de um gole só!

Ci-da-de!
Veja as pessoas, tente conversar
e será agredido com um ponta-pé.

Ci-da-de!
Cidade.
Track Name: Velhas Fórmulas
Novas caras, velhas fórmulas, nada muda na política.
Propaganda não mostram caráter.

Ninguém aprende com o passado, continuam se vendendo e elegendo errado.
Track Name: Liberte-se
O seu cigarro, a sua roupa de marca, e no seu carro só rola o som da onda.

Liberte-se!

Sua cabeça vazia, cheia de preconceitos, cheia de drogas, cheia de álcool, é bem mais fácil de manipular!
Os seus sonhos pequenos de um mundo escravocrata, o seu coração cheio de ambições.
Track Name: Sociedade Tremula
A comida vem chegando, o basculhante derrama a cela para a nação dos excluídos.
Começa uma nova briga, cachorros, porcos e humanos, disputam os restos de comida.
Os urubus observam, esperando por mais uma vítima da fome.
Descaso social!
Track Name: Quem Votou (cover NYAB)
Os escândalos estão aí, na sua cara pra você ver
Não é foda saber quem votou em alguém que está roubando há tanto tempo?

Votou nele, se fodeu!
E eu que não votei, me fodi também!

Quem sabe agora você aprende a votar, foi dito que eles iam nos ferrar
Você vendeu sua confiança, quem sabe agora você aprende a votar!
Track Name: Dia do Operário
Juros sempre altos no plano real
Quando acaba a inflação
o povo passa mal

O Brasil tá condenado a viver assim
fome, desespero e tal do FMI

No dia do operário, você tem que ser ligar nos pacotes econômicos que o Brasil tem que passar
No bolso dos empresários nunca sai nenhum tostão
Pois do bolso dos operários é que sempre saem os milhões

Dia do operário